Pagar uma mensalidade para ter à disposição as principais séries, filmes e músicas para assistir ou ouvir a hora que quiser e quantas vezes quiser é uma realidade (cômoda e agradável) que já faz parte da vida de quem assina serviços como Netflix e Spotify.

Quando vamos para o mercado corporativo, vemos cada vez mais as empresas migrando para soluções como o Office 365, que de certa forma, segue o mesmo modelo de experiência do que as marcas citadas acima oferecem. Ao fazer uma assinatura dessa solução, as companhias passam a contar com uma estrutura robusta de correio eletrônico (Exchange) e ainda podem contratar programas como Word, Power Point, Excel e outros aplicativos nos computadores ou smartphones. Além disso, a assinatura garante também 1 TB de armazenamento na nuvem com o OneDrive, minutos Skype para fazer ligações para telefones fixos e acesso ao suporte técnico especialista da Microsoft.

E o que há de errado nisso? Nada, desde que você mantenha os dados da sua empresa protegidos corretamente.

A partir do momento que se passa a depender exclusivamente da estrutura de um provedor para garantir a recuperação de dados da sua empresa, você passa a ter um problema para administrar. Em caso do uso de e-mails, por exemplo, a Microsoft guarda as mensagens por um período de tempo, mas que não é o tempo necessário para atender as questões regulatórias. Em caso de processos judiciais, por exemplo, é preciso ter e-mails guardados por, no mínimo, cinco anos.

Garanta o backup de dados que estão na infraestrutura externa

Ao se optar por serviços deste tipo, em que as informações ficam salvas na infraestrutura do provedor, é fundamental incluir no escopo estratégias para ter um backup eficiente e, preferencialmente, independente. Isso é tão verdade que da mesma maneira que soluções desse tipo ganham cada vez mais espaço nas corporações, muitos fornecedores de tecnologia passaram a desenvolver aplicações ou firmar parcerias para protegerem esses tipos de dados.

A Kymo é um exemplo de fornecedor de segurança da informação que vem desenvolvendo um trabalho voltado para isso, e firmou parceria com importantes fornecedores como Veeam, Cloudally, Barracuda Networks, entre outras. Por meio dessa movimentação, já está integrando sua solução de backup inteligente com as novas tecnologias de nuvem, aumentando assim a proteção dos dados corporativos.

Na hora de considerar a migração dos sistemas para provedores externos é importante estar atento a não depender exclusividade da infraestrutura do parceiro.

Lembre-se sempre de garantir o backup de dados dentro de uma política que atenda aos requisitos do seu negócio ou mesmo às questões regulatórias.

Ficou interessado? Nós podemos te ajudar. 

transformação digital nas empresas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *