Será que ao fazer a gestão de backup dos dados da sua empresa, eles realmente estão completamente seguros? Poucos sabem, mas para garantir a proteção das informações corporativas é preciso também se preocupar com a gestão das mídias.

Recentemente, foi noticiado que o banco australiano, Commonwealth Bank, perdeu dados de 12 milhões de clientes. As fitas magnéticas onde estavam as informações financeiras pessoais dos clientes, entre 2004 e 2014, foram perdidas.

Portanto, uma política de backup bem estruturada deve considerar, entre outros fatores, a proteção das mídias onde os dados estão armazenados.

Gestão de backup: controle contínuo de mídias

Além de contemplar tudo o que é importante para a empresa na política de backup de dados como a retenção, periodicidade, atendimento às normas regulatórias e etc, fazer o inventário de mídias implica em alguns pontos importantes.

Veja o que é preciso saber:

  • Identificar que tipos de mídias são utilizadas para guardar os dados da sua empresa;
  • Ter a informação de onde essas mídias estão armazenadas (se localmente, na nuvem ou em um servidor externo);
  • Conhecer o prazo de validade das mídias e fazer uma ciclagem delas para garantir que não se tenha surpresas desagradáveis no futuro.

Atualização de mídias

Embora poucas empresas façam isso, a recomendação ideal para potencializar a eficiência da gestão de backup de dados é, de tempo em tempo, realizar a migração das mídias para tecnologias mais recentes.

Para ter a certeza de que os dados da sua empresa estão realmente protegidos, busque o apoio de um parceiro tecnológico que seja expert no assunto. Faça a escolha certa e não corra o risco de colocar a perder informações sigilosas.

transformação digital nas empresas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *